Facebook Youtube RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Notícias

  25/09/2018 

Nesta quarta, 26/9, acontece o I Seminário de Enfrentamento à Violência de Gênero e ao Feminicídio de Crateús

O enfrentamento à violência de gênero e ao Feminicídio estará em debate durante seminário realizado na próxima quarta, 26 de setembro, em Crateús. Um ato público pela Delegacia da Mulher, com concentração às 7h, em frente aos Correios, integra o calendário de atividades. O seminário regional é realizado por mulheres organizadas no Sindicato das Trabalhadoras e dos Trabalhadores Rurais de Crateús, no Fórum Cearense de Mulheres, no Sindicato dos Professores Municipais de Crateús, no Sindicato dos Servidores do IFCE e em outras entidades. A atividade foi encaminhada a partir de rodas de conversa e reuniões acerca da implantação da delegacia de defesa da mulher e de um centro de referência para a mulher em Crateús.

Luta histórica, que vem sendo travada desde 2011 pelas mulheres crateuenses, a delegacia da mulher é um aparelho imprescindível diante do crescente número de feminicídios que vem ocorrendo na região. Unindo-se a isso, no último 8 de março, o Governador Camilo Santana comprometeu-se com a implantação de duas delegacias da mulher no interior do Ceará, sendo uma em Icó.
 
Sabendo que a interiorização de aparelhos como a delegacia da mulher acontece de forma precária, e que o território de Crateús já conta com uma população de 82 750 habitantes., segundo censo do IBGE de 2017, e tendo em vista o artigo 185 da Constituição Estadual de 1989, com a redação que lhe foi dada pela emenda nº 17, de 13 de dezembro de 1994, que prevê a obrigatoriedade, por parte do Estado, de instalar Delegacias de Defesa da Mulher (DDM) nos municípios com mais de 60 mil habitantes, as mulheres organizadas de Crateús exigiram, no último dia 20 de setembro, em carta ao Governador, a implantação deste aparelho, entendendo que o direito à vida das mulheres é preocupação primeira na atual conjuntura local, principalmente para as mulheres da classe trabalhadora, do campo e da cidade, mais atingidas pela violência de gênero.
 
O SINDSIFCE, por meio de sua Diretoria Colegiada, manifesta seu total apoio à luta travada pelas mulheres do Ceará, mais especificamente as de Crateús, reforçando seu compromisso com o combate ao machismo e à violência de gênero.
 
 
 
 
Última atualização: 25/09/2018 às 10:21:23
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

FONES  (85)  3223-6370 / 99858-0145 FAX  (85)  3281-0209 sindsifce@hotmail.com
SINDSIFCE - Sindicato dos Servidores do IFCE
Rua Aratuba, Nº01-A, Benfica - Fortaleza - Ceará
CEP 60040-540  /  CNPJ 23.563.257/0001-57
desenvolvimento www.igenio.com.br